Atividade Física



Portadores de doenças psíquicas podem se exercitar?

Sim, existem benefícios para esses casos na atividade física regular...


Portadores de doenças psíquicas podem se exercitar?

Portadores de distúrbios psicológicos, como Depressão, Síndrome do Pânico, Esquizofrenia e Ansiedade podem praticar atividade física? Exercícios ajudam ou agravam o quadro clínico desses pacientes? Como há poucos estudos sobre o tema, entre os anos de 2000 e 2017 uma pesquisa foi realizada, tendo em base dos dados da SciELO, Google Acadêmico e PubMed, nas línguas inglesa e portuguesa. A conclusão foi positiva.

Portadores desses distúrbios se beneficiam com a prática regular de atividade física. Os exercícios promovem efeitos antidepressivos e ansiolíticos, aliviando os sintomas provocados pelo estresse, que interferem na saúde física e mental.

Quando nos exercitamos, substâncias são liberadas pelo organismo que dão uma sensação de relaxamento, propiciando um maior equilíbrio para enfrentar as situações, diminuição da ansiedade, redução do stress, melhora na autoestima e cognição. Nos aspectos fisiológicos se dá o aumento do transporte do oxigênio para o cérebro e liberação de serotonina e endorfina, neurotransmissores que proporcionam a sensação de prazer e bem estar.

Os exercícios auxiliam no tratamento, mas não curam. Eles melhoram os sintomas, reduzem gastos com remédios e os efeitos colaterais provocados por esses medicamentos. Mas, precisam estar aliados aos tratamentos terapêuticos.




Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias

Confira também nossos guias


Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone