Nutrição


Alcool em excesso reduz a expectativa de vida


Quantas latas de cerveja você bebe por semana? Se está querendo aumentar sua expectativa de vida, não deve ultrapassar a marca de sete latas tipo pilsen tradicional. É o que recomenda um estudo realizado por pesquisadores britânicos, que foi recentemente publicado na revista “The Lancet”.

Para chegar a essa marca os pesquisadores analisaram o consumo de alcool de quase 600 mil pessoas em 19 países. Perceberam que quem não ultrapassa essa marca tem uma expectativa de vida mais alta. Quem bebe entre 100g a 200g de álcool semanalmente, tem expectativa de morte seis meses antes do esperado. Este índice se agrava na proporção que o consumo de álcool aumenta. Quem bebe mais de 350g por semana, a expectativa de vida diminui em até cinco anos.

Portanto, uma boa dica é diminuir os limites do álcool pelo mundo. Em países como Itália, Portugal e Espanha os índices ultrapassam em até 50% do limite de 100g semanais recomendados pelos pesquisadores. E no Brasil onde esse limite de recomendação nem existe? Essa falta de parametros dificulta pesquisas que poderiam ser realizadas no país.

Para mulheres esse consumo ainda é mais perigoso. O organismo feminino produz menos enzimas que degradam o efeito do alcool. Uma mulher fica com 30% a mais de álcool no sangue do que um homem.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) registra anualmente 3,3 milhões de óbitos provocados pelo consumo excessivo do álcool. O que dá uma média de 6 mortes a cada minuto. A meta da organização é que o consumo de álcool seja reduzido em 10% até o ano de 2020.


Veja Mais...