Nutrição


Gordura trans deve ser retirada do mercado até 2023


Responsável por 500 mil mortes provocadas por doenças cardiovasculares anualmente, a gordura trans está com os dias contados, se depender da
Organização Mundial de Saúde (OMS).

A instituição divulgou recentemente o REPLACE que visa exterminar a gordura trans do mercado até o ano de 2023. A ideia é substituí-las por gorduras saudáveis, legislar ações que as eliminem da produção industrial, rever essas fontes de gorduras trans da industria alimentícia, promover um monitoramento dessas gorduras nos alimentos e no consumo da população, conscientizar essa mesma população dos riscos que ela provoca na saúde e fortalecer a regulamentação e as políticas de sua utilização em alimentos industrializados.

A gordura trans é utililizada pelos fabricantes de alimentos industriais para prolongar o tempo de validade dos produtos. Agora o desafio é fazer com que os fabricantes adotem o programa REPLACE.

Enquanto isso não acontece, você pode tomar umas medidas de prevenção contra esses alimentos: restrinja frituras, fast foods, alimentos instantaneos ou vendidos em copo, margarina, pipoca de microondas. Leia os rótulos dos produtos que compra.


Veja Mais...