Estilo de Vida - Dicas


A acne da mulher adulta


Normalmente, as mulheres que sofrem com a acne têm ovário policístico, interrompem a pílula depois de um longo período de uso contínuo ou apresentam alguma disfunção hormonal. “Muitas vezes, num exame de sangue, as taxas hormonais aparentam estar normais. Mas existem alterações superficiais no organismo da mulher, principalmente de alguns hormônios masculinos, e isso se reflete na pele em forma de acne”, explica Juliana.

O tratamento da acne na fase adulta é diferente do aplicado em jovens. “A isotretinoína, utilizada para tratar a acne em adolescentes, é indicada para a mulher adulta em doses menores, a fim de evitar uma irritação da pele. A pílula anticoncepcional é coadjuvante ao tratamento, e os produtos derivados de ácidos, antibióticos tópicos, peelings superficiais e neve carbônica são indicados para combater o problema. Existe ainda um diurético que pode ser útil nestes casos, pois atua inibindo o excesso de hormônio masculino na pele da mulher”, comenta a dermatologista.

Juliana recomenda à mulher que sofre com o problema não deixar a pele oleosa. O ideal é aplicar produtos livres de óleo ou sob a forma de gel. Deve-se lavar o rosto com um sabonete indicado pelo dermatologista, utilizar um filtro solar específico e o tratamento deve ser intensificado no período pré-menstrual. “Como a acne da mulher adulta em muitos casos é de origem hormonal, no período que antecede a menstruação a tendência é que piore. Por isso os cuidados devem ser redobrados nessa época”, explica.

A dermatologista ressalta ainda que a acne na idade madura pode não ser temporária. Existem mulheres com até 40 anos que apresentam o problema, e o tratamento requer manutenção e acompanhamento médico.

Por Tatiana Datz e Renata Storck


Veja Mais...