Estilo de Vida - Dicas


Anabolizantes: fique longe deles! Conheça os perigos de fazer uso dessas substancias…


A utilização médica dessas substâncias deveria ser o único a existir, já que servem para tratar doenças como: alguns tipos de câncer, anemia, osteoporose e hipogonadismo (produção de testosterona deficiente nos homens), além de alguns casos em que se necessita recompor massa muscular.

Os esteróides são hormônios sintéticos que reproduzem as características da testosterona (hormônio sexual masculino). Seu efeito anabólico está ligado à retenção das proteínas dos alimentos e é o que ajuda para o incremento de massa muscular quando estimulados pelo exercício físico. Com o uso de anabolizantes, os resultados aparecem em pouco tempo, mais ou menos 2 meses, façanha tal que só se conseguiria com pelo menos 1 ano de malhação. No entanto, com a interrupção do uso das drogas, esses resultados (artifícios) vão embora rapidamente.

Contudo, quando usados terapeuticamente, não há problemas. Porém, há registros de doses cavalares usadas pelos praticantes de fisiculturismo e outros esportes, o que leva a efeitos colaterais prejudiciais à saúde. Um dos efeitos colaterais mais impressionantes é o aparecimento de características femininas nos homens (por causa do uso prolongado dessas substâncias os testículos deixam de produzir testosterona). Há um desequilíbrio hormonal resultando na diminuição dos pêlos corporais, afinamento da voz e até impotência.

ALGUNS PROBLEMAS DECORRENTES DO USO DE ANABOLIZANTES

Aspereza na pele, aparecimento de acnes e estrias;

Aumento da agressividade;

Aumento das características masculinas nas mulheres (pelos, engrossamento da voz, aumento do clitóris, irregularidade no ciclo menstrual);

Sobrecarga renal, devido a dificuldade de eliminar substâncias tóxicas e filtragem;

Sobrecarga do fígado – este órgão é responsável pela metabolização das drogas (via oral). Pode-se associar à formação de tumores cancerígenos no fígado, próstata e cérebro;

Pode ser prejudicial na questão do crescimento em adolescentes, por impedirem que os mesmos atinjam todo o potencial, já que os esteróides transformam as cartilagens de crescimento em osso calcificado;

Ginecomastia – aumento das glândulas mamárias do indivíduo do sexo masculino;

Problemas cardiovasculares (aumento do LDL, aumento da pressão arterial, obstrução das artérias);

Impotência – com o uso prolongado há diminuição da libido, redução do esperma, dificuldade de ereção. Na mulher pode causar frigidez.

Aqueles, portanto, que desejam ter um corpo “sarado” e saudável, deixe a preguiça, façam exercícios físicos bem orientados e alimente-se bem. Não é preciso fazer uso dessas drogas.

Esta é a fórmula correta para que os resultados sejam eficientes, saudáveis e duradouros.

Equipe Bem Star


Veja Mais...