Estilo de Vida - Dicas


De volta ao sol


O excesso de sol costuma provocar ardência, dores em peles muito sensíveis, e até descamação. Por isso, pode estragar os planos de muita gente de exibir um bronzeado invejável no verão. Segundo dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), cerca de 60 mil pessoas morrem por ano devido ao excesso de exposição ao sol.

Segundo a dermatologista carioca Renata F. Domingues, especialista pela Sociedade Brasileira de Dermatologia e coordenadora do serviço de dermatologia da Santa Casa de Misericórdia do Rio de Janeiro/ Hospital Nossa Senhora das Dôres, uma vez que a pele descasque, o melhor a fazer é não puxar os pedaços que se desprendem do corpo, assim como evitar ficar sob o sol sem antes a pele voltar a ficar homogênea.

“Somente quando o efeito “pelling” já tiver terminado, deve-se voltar a se expor. Claro que com moderação e muito filtro solar. Forçar a descamação com as mãos pode agredir a pele e ainda deixá-la manchada. Já usar um hidratante ajuda a camuflar a aparência e a recuperar a pele ressecada”, explica.

Para quem exagerou no sol e ainda não começou a descascar, a especialista aconselha abusar dos hidratantes à base de amêndoas ou semente de uvas, que fortalecem a integridade da pele e a nutrem para uma próxima exposição.

Por Julia Rezende e Daniele Monte


Veja Mais...