Estilo de Vida - Dicas


Escute seu coração


Um ritmo cardíaco pouco coordenado registrado durante o esforço pode seu um alerta para uma probabilidade maior de se sofrer um ataque fatal do coração algumas décadas, concluiu a equipe do Hospital Europeu Georges Pompidou, em Paris. O estudo abrangeu 6.101 homens aparentemente sadios e revelou que 138 pesquisados, cujos batimentos cardíacos apresentaram um padrão irregular durante um teste de esforço, tinham 2,7 mais probabilidade de morrer de doença cardíaca nos 23 anos seguintes.

A equipe, chefiada por Dr. Xavier Jouven, afirmou que os pacientes que desenvolveram ritmo anormal, conhecido como despolarização ventricular prematura, “devem certamente ser avaliados e tratados” visando os fatores de risco de doença cardíaca e enfaticamente aconselhados a largar o fumo. O ritmo irregular só apresentou perigo quando comum durante o exercício. Despolarizações irregulares na freqüência não aumentaram o risco de morte, o que também não se registrou em despolarizações freqüentes ocorridas antes ou depois de exercício.

Em editorial que acompanha o estudo, Dr. Hugh Calkins da Escola de Medicina da Johns Hopkins University, em Baltimore, disse que o aumento do risco é semelhante ao das pessoas que desenvolvem dor no peito durante o teste de esforço.

“Ambos são grandes demais para serem ignorados,” disse Calkins. “É indicado, nos casos de pacientes com essas arritmias, a realização de testes adicionais de diagnóstico, uma atenção maior para mudanças nos fatores de risco de doença cardiovascular e um acompanhamento mais cuidadoso.”

Por Arilson Soares


Veja Mais...