Estilo de Vida - Dicas


Fazer atividade física é essencial para se ter uma vida saudável.


Mas saber dosar esse exercício é igualmente importante. Para fugir do perigo do excesso de treino, confira quais são seus sintomas…

Atualmente com a busca desesperada pelo corpo perfeito as pessoas podem exagerar, ainda mais quando chega o final do ano e consequentemente férias e praia. Á síndrome de overtraining é identificada como quando ultrapassamos os limites do corpo na prática exagerada nos exercícios. Veja se você está dentro deste grupo e se não está (ainda bem !) saiba como evitá-la.

Sintomas:

1. Queda no desempenho, ou seja, os exercícios não surtem efeito. Queda na imunidade, tornando o organismo

2. suscetível a doenças.

3. Fadiga; em vez de animado, a pessoa fica prostrada.

4. Insônia ou noite mal dormida.

5. Alteração no apetite (passar a comer demais ou muito pouco).

6. Lesões musculares e fraturas de estresse.

7. Irritabilidade, ansiedade, agressividade e nervosismo.

8. Aumento na pressão arterial e na freqüência cardíaca.

9. Ausência de menstruação (amenorréia), que pode durar meses.

O que evita

1. Exercitar-se por, no máximo, cinco vezes por semana, uma hora por dia, ou 3 a 4 vezes por semana no máximo 2 horas por dia em média.

2. Respeitar o tempo de recuperação do corpo nas séries de musculação principalmente

3. Manter a freqüência ideal de batimentos cardíacos segundo a idade, o peso e o condicionamento.

4. Variar o tipo de exercício, intercalando aeróbicos e anaeróbios, e evitar repetições.

5. Manter alimentação equilibrada e evitar dietas radicais.

Para os novatos: começar em ritmo lento.

Equipe Bem Star


Veja Mais...