Estilo de Vida - Dicas


Ferro em excesso pode provocar doenças


A hemocromatose é uma doença de origem genética que faz com que o organismo absorva grandes quantidades de ferro de maneira desnecessária. O excesso de ferro é armazenado no fígado, coração e pâncreas, onde passa despercebido até à meia-idade, quando os níveis de ferro atingem de 5 a 50 vezes a quantidade normal.

Os sintomas iniciais como fadiga, juntas doloridas e fraqueza são às vezes interpretados como deficiência de ferro. Esta doença pode acarretar complicações hepáticas graves e para ser tratada, é preciso detectar o problema no início.

E outros pesquisadores apontam uma relação entre o aumento dos depósitos de ferro durante o período pós-menopausa e o risco de doenças cardíacas. Isso ocorre porque o excesso de ferro pode piorar os efeitos do mau colesterol (LDL) sobre o organismo.No entanto, a relação entre o ferro em grande quantidade no organismo e as cardiopatias ainda não está totalmente comprovada,segundo os médicos.

Por Marco de Cardoso


Veja Mais...