Estilo de Vida - Dicas


Longevidade saudável


A juventude não é eterna nem a ciência descobriu a fonte do rejuvenescimento. Envelhecer é inevitável, mas com os avanços da Medicina Antienvelhecimento já é possível retardar a velhice e manter os indivíduos saudáveis na Terceira Idade sem a manifestação de doenças degenerativas. Graças ao conhecimento do corpo humano, hoje vive-se mais e com muito mais saúde… (chamada)

A Medicina Antienvelhecimento teve início, nos Estados Unidos, na década de 1990. O objetivo do movimento é propiciar mais qualidade de vida com maior produtividade. De lá para cá, associações e entidades que atuam nessa ciência contabilizam 11 mil médicos e cientistas, distribuídos em 65 países.

Precursor do movimento de antienvelhecimento no Brasil, o médico cearense Ítalo Rachid tem feito do tema uma cruzada de Norte a Sul do País, orientando médicos neste novo conceito de Medicina Preventiva que funde os novos ramos do conhecimento e as novas tecnologias para permitir às pessoas aliar a quantidade de anos vividos à qualidade de vida.

Estudos indicam que 30% dos que têm 100 anos ou mais chegam a essa idade com suas funções físicas e mentais praticamente preservadas, enquanto boa parte da população começa a definhar antes dos 80. Calcula-se que apenas um terço desse sucesso possa ser atribuído a uma predisposição genética. Isso significa que os 70% restantes dependem do estilo de vida. Portanto, para chegar aos 100 é preciso manter hábitos saudáveis desde a juventude.

Empresas européias estão começando a contratar funcionários da faixa de 50 e 60 anos, em razão de uma coisa que só os anos proporcionam: experiência! No Brasil, as pessoas com mais de 60 anos poderão ultrapassar a casa dos 30 milhões nas próximas duas décadas. Essa tendência, evidentemente, tem a ver com o aumento da longevidade saudável.

Mas por que algumas pessoas na faixa dos 60 anos podem aparentar e se sentir com 45 e outras com 40 apresentam sinais e problemas como se tivessem mais de 65?

A ciência tem comprovado todos os dias que é possível retardar a idade biológica por meio da escolha de um estilo de vida mais saudável, com a prática regular de exercícios físicos, distanciamento do fumo, alimentação balanceada, auto-estima elevada, vida social e relacionamentos gratificantes.

Desde já, um primeiro passo é começar a ingerir maiores quantidades de ômega 3 (provindo de óleo de peixes de águas profundas) que será, em breve, a nova base da pirâmide alimentar.

Hoje se sabe que quanto menor o stress, mais se vive e há meios para tentar diminuí-lo como yoga, meditação, ginástica, gargalhadas, biofeedback, entre outros.

Nos tempos atuais, a proposta da Medicina Antienvelhecimento é rejuvenescer de dentro para fora. A meta, portanto, é manter a harmonia do corpo, mente e espírito.

Por Audrey Katherine Worthington, cirurgiã-plástica pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, pós-graduada em Medicina Estética pela Sociedade Brasileira de Medicina Estética.

É também membro da Academia Brasileira de Medicina Antienvelhecimento, fellow do Serviço de Cirurgia Plástica da Free University de Amsterdã, na Holanda. Atualmente é diretora da Sociedade Brasileira de Laser em Medicina e Cirurgia e coordenadora do curso de pós-graduação em Medicina Estética da FAPES – Fundação de Apoio à Pesquisa e Estudo na Área de Saúde


Veja Mais...