Estilo de Vida - Dicas


Os alimentos e o apetite sexual


Não existem estudos que comprovem o poder dos afrodisíacos. Muitas vezes, ele é tão somente o poder da sugestão.

O apetite sexual é estimulado basicamente por uma mente ativa e um corpo sadio. E isso depende, claro, da prática de exercícios físicos e da boa alimentação.

Uma dieta balanceada, rica em leguminosas, grãos e outros carboidratos, como mandioca, inhame, fruta-pão, batata-doce, além de frutas, hortaliças, verduras e carne magra, vai favorecer as funções nervosas, os níveis saudáveis de hormônios e um fluxo sanguíneo sem obstruções para a área pélvica. Ou seja, um desempenho sexual satisfatório.

No entanto, não é crime para nenhum casal recorrer aos itens que, por exemplo, aumentam a produção, tanto de espermatozóides quanto da testosterona, como da secreção lubrificante vaginal. As ostras frescas, por serem um alimento energético, com fósforo, iodo e zinco, aumentam a disposição sexual. Especiarias como açafrão, cravo, gengibre, entre tantos outros, também estão na lista dos estimulantes. Mas nada como usar a criatividade.

Equipe Bem Star


Veja Mais...