Estilo de Vida - Dicas


Use o ar-condicionado como um aliado no dia-a-dia durante o verão.


No verão, um item quase que indispensável em locais fechados é o ar-condicionado. Ele proporciona ao ambiente uma temperatura agradável e refrescante. Mas para garantir o conforto – principalmente para quem trabalha em prédios e escritórios muito quentes -, é importante que seja utilizado de forma correta, além de uma manutenção freqüente.

Gripes e resfriados em geral atacam os organismos mais suscetíveis, especialmente quando expostos repetidas vezes ao ar-condicionado. Isso por que o ar resseca o muco protetor que reveste as mucosas das vias aéreas, tornando-as vulneráveis. Para aqueles que já possuem um problema respiratório, como asma ou doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), o risco é o desenvolvimento de crises graves. De acordo com dr. José Eduardo Cançado, da Sociedade Paulista de Pneumologia e Tisiologia (SPPT), a palavra de ordem aqui é a prevenção.

“O ideal é que a temperatura esteja entre 20º e 22ºC. Abaixo disso, o individuo precisará de agasalhos, o que gera um desconforto, particularmente no trabalho. Outra coisa é que o ar frio favorece a proliferação de vírus que causam os resfriados e as gripes. Portanto, a primeira atenção é com o clima no ambiente”.

Manutenção do aparelho: partículas e bactérias à solta

Os grandes vilões do ar-condicionado são os fungos, as bactérias e os ácaros que se acumulam nos ductos do aparelho e se proliferam no ar. Eles podem invadir as vias aéreas criando lesões inflamatórias/infecciosas, como as pneumonias.

“Independentemente de existir a alergia, a exposição aos elementos desencadeadores, como ácaros, fungos, mofo, poeira de local fechado e bactérias gera maior sensibilidade e, por conseqüência, o desenvolvimento de sintomas alérgicos”, explica dr. Rafael.

Somente a manutenção periódica e a limpeza podem evitar a proliferação destes “inimigos” da saúde respiratória.

Dicas saudáveis para o ano todo

Confira algumas dicas para conviver bem com ou sem o ar-condicionado:

– Evite locais fechados. Grande concentração de pessoas, por tempo prolongado, facilita a contaminação

– Caso não seja possível, não permaneça muito tempo nestes ambientes insalubres

– Trate a alergia tão logo as crises começarem a surgir

– Tome banho morno, na temperatura ambiente, para evitar o choque térmico

– Pratique exercícios físicos regularmente, ajudam a melhorar a respiração e a saúde

Por Camila Marques – Mônica Kulcsa


Veja Mais...