Marcio responde



Vale a pena usar o monitor cardíaco?

Marcio Atalla responde às suas dúvidas, aqui


Vale a pena usar o monitor cardíaco?

Faço Pilates e há 1 mês iniciei na academia, preciso perder 7 kg e reduzir o colesterol (a família toda tem problemas), e minha dúvida é: o uso do monitor cardíaco realmente pode me ajudar nos exercidos (para eu controlar a faixa de perda de gordura). A academia recomendou, mas fiquei na dúvida, vi várias opiniões diversas. Desde já agradeço a atenção e parabenizo o seu trabalho (o livro novo é muito bom).

Gabriela Neves

O frequencímetro é uma ótima ferramenta para nos indicar se estamos fazendo exercício com intensidade fraca ou forte demais. Para os iniciantes é essencial. Através dele, podemos também saber se estamos dentro da zona aeróbica, que permite maior queima de gordura. Mas, com o tempo é preciso que o praticante de atividade física tenha um autoconhecimento que lhe proporcione conseguir fazer o exercício independente do uso do monitor.

Além disso, existem atividades em que o objetivo é sair da zona aeróbica, ir até o limite, como os treinos de tiros, intervalados, ou curtos e intensos. As aulas de spinning, por exemplo, em alguns momentos eleva a frequência cardíaca de forma proposital, nos fazendo chegar ao limite da zona aeróbica e até ultrapassarmos, mas esse é o objetivo: ir além.

É sempre importante variar os estímulos dentro de uma planilha de treinamento. Use o monitor cardíaco sim, mas aprenda a se conhecer e avaliar sua sensação de esforço durante o treino, pra que você aproveite o exercício, ganhe condicionamento e melhore sua performance com segurança.


Veja Mais...