Nutrição


Controle o colesterol com lecitina de soja

Ela também é aliada do cérebro


Controle o colesterol com lecitina de soja

Entre os muitos nutrientes que existem na soja e são benéficos para a saúde, a lecitina, composta orgânico formado por um ou mais ácidos graxos, cálcio, vitamina E, entre outros. A lecitina também é encontrada na gema de ovo, no gérmen de trigo e na semente de girassol. Pode ainda ser produzida de forma industrial através de técnicas bioquímicas.

Na indústria alimentícia, é usada na fabricação de biscoitos, chocolates, leite em pó, margarinas, sorvetes, massas e pães. Até mesmo na indústria cosmética é usada na fabricação de cremes e pomadas. Como suplemento alimentar, os benefícios da lecitina de soja em forma de cápsulas melhoram as funções cerebrais, como a atenção e a capacidade de memória em idosos portadores de doença degenerativa no cérebro.

Também aliviam a sensação de estresse, ajudando a equilibrar os níveis de cortisol, que é o hormônio responsável pela adaptação do organismo em situações desfavoráveis. Diversos estudos apontaram que a lecitina de soja auxilia no controle dos níveis sanguíneos do colesterol (HDL), diminuindo o risco de doenças cardíacas, se for consumida diariamente uma quantidade mínima de 25 gramas. Ela também ajuda na diminuição da formação de placas de gordura nas artérias, melhorando a circulação e diminuindo o risco de ataque cardíaco.

Quem deseja usar a lecitina como forma de suplemento alimentar, não deve ultrapassar a quantidade diária de 2 gramas. O consumo excessivo pode levar à efeitos colaterais como náuseas, enjôos, gases e sensação de estufamento abdominal.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias

Confira também nossos guias


Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone