Nutrição



O arroz nosso de cada dia

Este alimento milenar, veio da Ásia e se tornou um dos componentes indispensáveis nas refeições dos brasileiros...


O arroz nosso de cada dia

Segundo os historiadores, o arroz começou a ser cultivado na China e na Tailândia há cerca de 4.000 anos AC. Este grão, é hoje o alimento básico da culinária oriental e também ganhou o mundo, sendo um dos 3 grãos mais plantados no planeta, ao lado do trigo e do milho. Os portugueses, que já navegavam pela Ásia antes de chegar por aqui pela América, trouxeram ao arroz para o Brasil, onde ele se tornou um dos símbolos da culinária nacional, no tradicional acompanhamento para o feijão.

No entanto, o maior consumo que se dá por aqui, é do arroz branco,que passa por um processo de refino, onde perde a maior parte de seus componentes nutritivos, como o farelo, que é rico em fibras, as vitaminas do Complexo B , vitamina E e minerais como ferro, potássio, cobre, magnésio, manganês e zinco .

O ideal é consumir o arroz integral, que por não passar pela refinação, mantém todos estes componentes importantes ao fortalecimento do organismo, principalmente as fibras que auxiliam a regularizar o funcionamento do sistema digestivo, ajudando na prevenção do câncer do intestino.

Existem vários tipos de arroz integral como o agulha e o cateto, que são naturalmente mais escuros e mais fibrosos que o arroz branco normal. O tempo de cozimento é maior do que o arroz branco e não é necessário colocar óleo, podendo ser cozido apenas na água e sal. E para aqueles que não abrem mão do arroz refinado, uma sugestão é alternar a o uso do arroz branco com o arroz integral nas refeições, comendo um dia um, no outro dia o outro. Incrementar o arroz integral com temperos e legumes cortados, também é uma boa maneira de quebrar a resistência de quem não está acostumado ao sabor do grão integral.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias

Confira também nossos guias


Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone