Nutrição


Verão requer uma mudança na alimentação

Saladas, frutas e líquidos ajudam a repor as energias perdidas e afastam o perigo da desidratação


Verão requer uma mudança na alimentação

Como você tem se alimentado no calorão que anda fazendo? Se está consumindo muitas saladas e ingerindo muitos líquidos, pelo menos 2 litros por dia, está fazendo certo. Em se tratando de líquidos, além da água; água de coco, sucos naturais de frutas e chás gelados ajudam a refrescar e afastam o risco de desidratação, principalmente em crianças e idosos. Refrigerantes, bebidas alcoólicas e alimentos açucarados devem ser evitados, porque desidratam o organismo, já que aumentam a sede.

Nos dias mais quentes, não é bom comer em grande quantidade e também deve-se evitar gorduras. Elas dificultam a digestão, aumentando a temperatura corporal, principalmente em se tratando de crianças. O período de verão exige uma alimentação diferenciada porque o organismo se torna mais lento quando submetido a altas temperaturas, incluindo o metabolismo e digestão.

As frutas não devem faltar no cardápio. Melão, melancia e abacaxi são as mais indicadas. Elas ajudam o corpo a se hidratar e refrescar. Alface, couve e cenoura são outros alimentos que não podem faltar na alimentação diária. Alface possui potássio e fósforo, minerais que colaboram com o bom funcionamento do organismo. A cenoura protege a pele do sol. A couve ajuda o intestino a funcionar melhor e a quantidade de ferro, fósforo e potássio repõe nutrientes que são perdidos com o suor.

Os peixes também não podem faltar, principalmente os que possuem ômega 3, a gordura do bem, como salmão, tilápia, atum, sardinha, entre outros.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias

Confira também nossos guias


Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone