Nutrição


Você resiste ao grão de bico?

Alimento tradicional da culinária árabe ganhou espaço nas cozinhas brasileiras


Você resiste ao grão de bico?

Estrela da culinária árabe, o grão de bico vem sendo cada vez mais utilizado nos pratos brasileiros. Não só pelo seu sabor delicioso, mas pela quantidade de benefícios que proporciona a saúde, já que possui uma variedade de proteínas, sais minerais e vitaminas do complexo B.

A leguminosa auxilia no combate a depressão, devido à alta quantidade de triptofano, substância também encontrada no chocolate. Essa substância aumenta a produção de serotonina, o hormônio do prazer.

Consegue também reduzir o colesterol total e o chamado colesterol ruim, LDL, segundo estudo publicado no Journal of the American College of Nutrition. A presença dos ômegas-3 e 6 colaboram na diminuição do índice de gorduras no sangue e na prevenção de doenças cardiovasculares. Rico em fibras, o grão de bico auxilia no controle da fome, produzindo a sensação de saciedade. E o ácido fólico presente na leguminosa ajuda a manter a saúde do feto, razão de ser um alimento recomendado para grávidas.

Como possui muito zinco, o grão-de-bico leva o organismo a assimilar e armazenar a insulina, o que torna o alimento ideal para diabéticos. Também ajuda no fortalecimento do sistema imunológico. O zinco ajuda a fortalecer o sistema imunológico, cicatrizar feridas e a combater o cansaço. Quem está com anemia por falta de ferro no organismo, se beneficia com o consumo de grão de bico, já que ele é rico em ferro.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias

Confira também nossos guias


Ícone
Ícone
Ícone
Ícone
Ícone