Vida e Saúde



Austrália consegue diminuir o Câncer de colo do útero com vacina

Vacina que existe em diversos países, inclusive no Brasil, consegue reverter estatisticas de câncer


Austrália consegue diminuir o Câncer de colo do útero com vacina

Para quem ainda têm dúvidas sobre a eficiência da vacina do HPV, que combate o câncer de colo do útero, a Austrália traz uma boa experiência. Segundo a revista científica "The Lancet", que publicou o resultado de um estudo que afirma que o país pode eliminar a incidência da doença até a próxima década, se as mulheres se vacinarem.

Desde 2007, ano em que a Austrália introduziu um programa nacional de vacinação para as meninas, o pais o vem ampliando. O resultado foi uma diminuição da incidência da doença a cada ano. Em 2017, um novo exame para detectar esse tipo de câncer passou a ser realizado no país, um teste cervical que consegue diagnosticar anormalidades na célula e infecções por HPV antes que surjam.

O câncer de colo de útero pode ser prevenido com a vacina. É o terceiro a acometer mulheres no Brasil e o quarto que mais mata, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

O Ministério da Saúde estimula a vacinação, garantindo que a mesma é segura e pode ser aplicada durante o período gestacional. No Brasil a imunização previne o câncer de colo de útero em 70%, o anal em 90%, o de pênis em 63%, vagina 70%, orofaringe 72% e as verrugas na área genital em 90%.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias