Estilo de Vida


DNA de tumores cancerígenos podem ser usados para monitorar doença

Tumores foram monitorados em tempo real


DNA de tumores cancerígenos podem ser usados para monitorar doença

Um novo estudo, publicado recentemente na revista “Nature Communications”, pela primeira vez conseguiu provar que o DNA de um tumor fluindo na corrente sanguínea pode ser usado para monitorar cânceres em tempo real à medida que eles evoluem e respondem ao tratamento.

A pesquisa foi realizada por três anos por cientistas da Universidade de Cambridge, a partir de análises de biópsias cirúrgicas de tumores e amostras de sangue de uma paciente portadora de câncer de mama e metástese, ou seja, que já tinha se espalhado por outros órgãos do corpo. Pequenos fragmentos de DNA foram cuidadosamente analisados a partir de células dos tumores que são eliminadas no sangue. O estudo desse DNA foi comparado com o DNA de uma biópsia realizada no mesmo ponto no período.

Os resultados da comparação comprovaram que o DNA das amostras de sangue se igualaram as amostras das biópsias, reproduzindo o mesmo padrão de temporização e de alterações genéticas que surgem, na medida em que o câncer se desenvolve e reage ao tratamento. Isso comprovou que a análise do DNA do tumor no sangue serve também para monitorar com precisão o estado do câncer dentro do organismo em tempo real.

Tal resultado, segundo o autor do estudo, o pesquisador português Prof. Carlos Caldas, líder sênior do grupo do Cancer Research UK, pode vir a transformar a maneira de monitorar os pacientes com câncer, principalmente os tumores mais difíceis de alcançar pela biópsia, o que não deixa de ser um procedimento bastante invasivo.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias