Estilo de Vida


Profissionais acima de 40 anos terão melhor rendimento se trabalharem 25 horas semanais

Estudo australiano garante que trabalhar menos favorece as habilidades cognitivas


Profissionais acima de 40 anos terão melhor rendimento se trabalharem 25 horas semanais

Um estudo realizado pela Universidade de Melbourne, na Austrália, emitiu um novo parecer sobre a eficácia da jornada de trabalho. Segundo os pesquisadores, profissionais acima dos 40 anos renderiam mais em suas atividades se a jornada profissional fosse reduzida para 25 horas semanais. A redução também favoreceria a melhora da habilidade cognitiva dos profissionais nessa faixa etária.

Jornadas acima de 25 horas semanais acabam por diminuir a capacidade cognitiva devido à fadiga mental e o estresse. Profissionais que exercem uma jornada excessiva de trabalho, de até 55 horas semanais, apresentaram rendimento abaixo dos aposentados e desempregados.

Para chegar a tais constatações o estudo analisou dados de 6,5 mil australianos, sendo 3 mil do sexo masculino e 3,5 mil do sexo feminino. Todos realizaram testes cognitivos enquanto tinham seus hábitos de trabalho avaliados.

A conclusão dos estudiosos é que o trabalho pode funcionar como um estimulante da atividade de nosso cérebro, desde que seja exercido com moderação. Se for realizado por longas horas, podem vir a gerar fadiga e estresse e danificar as funções cognitivas.

Como em muitos países a atividade profissional se estende até a terceira idade, será interessante que empregadores e profissionais comecem a avaliar esses conceitos.




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias