Estilo de Vida


Você deve usar laxante?

Tire todas as suas duvidas sobre o uso desse medicamento, aqui!


Você deve usar laxante?

A médica cirurgiã do aparelho digestivo, Dra Maria José Femenias Vieira, de SP, revela que as pessoas fazem uso de laxantes para facilitar a evacuação, mas muitas vezes nem são obstipadas, pois consideram que se não evacuarem diariamente apresentam algum risco de intoxicação.

 

Veja também:

Combata a prisão de ventre com frutas laxantes

Sucos para matar a sede!

 

“Na verdade, muitas pessoas têm ritmo intestinal normal e evacuam três vezes por semana e isto não causa nenhum sintoma. É o ritmo individual de cada um e considera-se mais arriscado quando há mudança no ritmo intestinal”, explica. Por este motivo, a médica alerta que laxantes devem ser usados apenas após avaliação clínica e realização de exames complementares.

Laxantes podem criar dependência orgânica?

Os laxantes podem viciar o organismo e o indivíduo só evacua se fizer uso deles. Em geral, com o passar do tempo e uso prolongado, serão necessárias doses cada vez maiores. Existe também o risco de tomar uma medicação, melhorar temporariamente e uma doença estar sendo encoberta.

Por este motivo, qualquer sintoma necessita avaliação médica, mesmo quando é possível conseguir o remédio sem receita.

Esses medicamentos podem causar mudanças na cor do intestino?

Existem laxantes que deixam o intestino grosso com a coloração mais escura, que é denominado Melanose.

Alguns autores sugerem que o uso de laxantes derivados da Antraquinona, além de causarem este tipo de pigmentação, podem estar associados a aparecimento de neoplasias benignas e malignas do cólon.

Outros autores consideram que câncer e melanose podem aparecer associados por coincidência. A melanose pode desaparecer após um ano, quando a medicação é suspensa.

O uso de laxantes pode levar a lentidão do intestino?

O uso de laxantes a longo prazo é desenvolver uma inércia do cólon. Isto pode ser diagnosticado por um exame chamado Tempo de Trânsito, em que o paciente ingere uma cápsula com marcadores radiopacos. Será avaliado o local em que estes marcadores param. Quando eles não saem após cinco dias e ficam em todo o cólon, é feito o diagnóstico de inércia colônica.

Daí se estabelece uma constipação intestinal crônica e grave. Em alguns casos, é necessária cirurgia, com remoção de todo o intestino grosso.

Por Mayra Barreto Cinel




Clique aqui e veja todas as matérias

Veja Mais...








Clique aqui e veja todas as matérias